A Mídia matou Eloá?

Depois de três anos, está sentado ao banco dos réus o louco que protagonizou um dos seqüestros mais emblemáticos da história recente do Brasil.

Lindemberg Alves que namorava Eloá Pimentel que era melhor amiga de Nayara. Eloá finda o relacionamento e o ciumento não aceita o fora. Os três participaram de uma tragédia televisionada que não saiu da memória coletiva.

Os dias foram passando, o criminoso não se cansava. O país acompanhava perplexo enquanto dois batalhões estavam apostos diante daquele apartamento em Santo André: Um de policiais outro de jornalistas.

A meu ver, esse seria um julgamento normal de um caso em destaque, não fossem as afirmações da advogada de defesa transferindo parte da culpa do seu cliente para a imprensa.

Claro que é o trabalho da defensora, mas dizer que Lindemberg, o assassino frio e calculista que manteve as jovens por mais de 100 horas sob ameaça de uma arma de fogo, também era vitima, é querer fazer graça diante do júri.

Vi um depoimento da defensora, onde ela acusa a espetacularização dos jornalistas e até as redes sociais de ter transtornado a cabeça do “menino” Lindemberg. Ao mesmo tempo ela se contradiz nos atos. Ridiculariza os meios de comunicação e leva como subsidio para sua defesa um filme de Hollywood.

E a participação incisiva da mídia neste caso vai além do normal. Não bastou a cobertura do seqüestro, transmissão em tempo real por dias e noites.

Agora, as matérias das emissoras serão exibidas durante o julgamento.

Entendo e respeito o trabalho da advogada de defesa do assassino, querendo reparar o grande mal feito por ele. O estranho é ela pensar que alguém vai crer que televisão e internet perturbaram uma mente já maquiavélica e doentia.

Só falta agora ela dizer que a culpa é da própria Eloá, que inventou de namorar ele.

Anúncios

~ por automidia em 02/13/2012.

2 Respostas to “A Mídia matou Eloá?”

  1. As pessoas usam as armas que tem…
    Como poderia ela tentar isentar o réu de sua culpabilidade?
    O mais cômico é que não existem meios pra isso… Aí ela vem com essa historia de sensacionalismo exacerbado que perturbou uma mente fraca que deve ser muito fraca mesmo porque por mais que eu me perturbe, eu penso que cada ato confere uma consequência. Eu não sou doentio, doido, perturbado e creio que ele também não, do contrário todos saberiam. Imagina que todo mundo quando levasse um fora fizesse essa cachorrada em rede nacional? Não teria imprensa suficiente pra perturbar tantas mentes, não acha Dra? hehehe

  2. É, a advogada do cara realmente não sabe mais o que fazer, palavras dela hj no JH da Globo: “Ele é um bom menino, tinha dois empregos, batalhador” Certo, que bom para ele, pena que ele desistiu de ser um bom menino naquele momento, e por esse momento ele vai pagar a vida inteira pelo que fez.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: