Chico Xavier, o filme. Brevíssimo comentário.

Em plena terça-feira me dei o luxo de sair da rotina do trabalho pra ir ao cinema.

O filme não é tão novo assim, mas deixar passar uma produção nacional sem ver, isso eu não faço.

Se eu parar pra lembrar quando foi a última vez que fui ao cinema ver lançamento importado, eu sinceramente não sei. Deve fazer anos e anos.

Não é xenofobismo meu, é uma verdadeira paixão por cinema nacional.

Fui ver Chico Xavier. E me surpreendi positivamente.

Não sou ninguém pra falar do espiritismo, nem conheço veemente a doutrina, mas os estereótipos que eu carregava comigo, deixaram de existir durante o desenrolar da trama, contada de forma poética, mesmo sendo baseada em fatos reais.

Fico muito feliz em ver na telona obras de tamanha qualidade. Destacando a direção de arte e a musical que, pra mim, se sobressaíram.

Muita gente se questiona, quando se fala de filme nacional, o porquê de tanto palavrão durante os diálogos. Eu nuca parei pra pensar se há alguma finalidade nesses exageros, mas partindo da idéia de que na tela se reflete os traços da cultura de seu povo, uma questão a mais se levanta aí.

Palavrões à parte, a única coisa que ainda me faz entortar a boca diante de um filme nacional, mais precisamente as superproduções, é o fato de não haver uma maior rotatividade no casting.

São sempre os mesmo atores no elenco. Uma boa alternativa, nesse caso, são as produções independentes.

Pra ser mais direto, os filmes produzidos pela Globo Filme, principalmente, levam pra a telona os mesmos atores da telinha.

Graças ao talento de grandes nomes como Tony Ramos, que não nos deixa associar um personagem a outro, assim como Nelson Xavier e Ângelo Antônio, o brilhantismo do filme estava garantido.

Eu acredito que se víssemos no cinema, atores os quais não estamos condicionados a ver todo dia na novela, o filme ganharia maior interesse e até mais veracidade, de certo modo.

Isso evitaria a involuntária comparação e lembrança dos personagens do filme com o da novela das oito.

Assim como hoje, enquanto via Cristiane Torloni, em Chico Xavier, chorando por um filho perdido, a imagem de Melissa Kadori, chorando por Tarso surgia diante de mim, como um vulto.

Tais quais os espíritos que o médium Xavier também via.

Anúncios

~ por automidia em 04/28/2010.

6 Respostas to “Chico Xavier, o filme. Brevíssimo comentário.”

  1. sou fã de filme brasileiro … paro mais pra vê filme nacional do que estrangeiro ainda não assistir o de Chico Xavier mas pelo que vi é muito bom …

  2. achu que as pessoas tem mt preconceito com filme nacional
    oq éuma pena :/

  3. Infelizmente não sou um grande fã de filmes nacionias e não sou fã de Chico Chavier. Porém, os filmes nacionais vem melhorado muito e não posso negar que o Chico Chavier foi um homem de expressão.

  4. Estou louca para assistir esse filme, sou uma admiradora de Chico Xavier!

  5. A qualidade dos filmes nacionais tem melhorado muito,isso é fato…Mas também sinto falta de novos atores na telona!Ainda ñ assisti o filme que fala sobre a vida de Chico Xavier,mas tenho ouvido boas críticas a respeito!Deve valer a pena ir ao cimena dá uma olhada!

  6. na segunda semana do filme tava eu lá.. juntei com a galera em recife e vamos la… antes ficamos em um bazinho esperando da a hora do filme… faltando 10 min agente sobe pra assistir putz cinema lotadooo kkkk… enfim todo mundo senta separado pois ninguem esperava ainda na segunda semana ta dakele jeito… melhor situação do filme quando chico diz que quando ele morrer o Brasil inteiro vai ta em festa… eu dissi nunca!!! kkk… ELE MORREU 12 hs apos o brasil ser penta CAMPEAO EM 2002.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: