No ar: Mais um campeão de audiência

A primeira coisa que fiz nessa manhã de sábado ao acordar foi ligar a TV. Queria ver o que a imprensa ainda tinha a dizer e se perpetuariam as manchetes do julgamento do casal Nardoni.

Havia tempos que eu não via uma mobilização tão intensa da mídia em torno de um crime.  Uma verdadeira operação de guerra estava montada em frente ao Fórum de Santana nessa semana. Mas ontem, antes do anúncio do veredicto, mais de 50 veículos de comunicação estavam de prontidão lá na frente.

É uma cobertura sensacionalista. Eu creio que sim.

Também é verdade que a população almejava saber o que se passava lá dentro, mas a meu ver, os telejornais, em seus horários fixos, poderiam perfeitamente cobrir, sendo desnecessária a criação de programas especiais, edições prolongadas, boletins a cada 10 minutos…

É tão provável, que mal dava tempo de as coisas acontecerem para ser noticiadas. Os programas, exibidos o dia inteiro, repetiam as velhas informações, chegando a ser cansativo.

Quem acompanhou sabe do que eu to falando.

Pelo menos a Globo manteve-se forte em sua grade, só noticiando dentro de seus telejornais. Se bem que isso lhe custou o segundo lugar para a Record durante alguns momentos.

Sem contar na multidão plantada a semana inteira, agarrada nas grades da entrada do Fórum. E a gente sabe bem que muito queriam aparecer mais do que os prórprios réus.

Enquanto esperava a leitura da sentença pelo juiz ontem, tentava comparar aquele momento com alguma outra sensação. Do meu lado, minha mãe ansiosa segurava minha mão, como se Isabella fosse uma sobrinha dela que morasse em São Paulo.

O clima, se não fosse trágico, seria equivalente a uma final de Copa do Mundo, disputada pela Seleção Brasileira.

E o promotor Cembranelli acabara de fazer o gol do título.

O casal acusado foi condenado.

E não me surpreenderia se o promotor desfilasse amanhã no carro do corpo de bombeiros erguendo a taça.

O caso foi polêmico, monstruoso e tudo mais. Fico buscando pelo menos um motivo pra tanta exposição midiática, visto que crimes piores envolvendo familiares acontecem Brasil a fora.

Vai ver porque é muito mais chamativa essa brutalidade vinda do asfalto, da classe B ou A, do que os mais pobres, cansados de ver mãe, filho, pai, madrasta, cachorro e papagaio se matarem, todos os dias.

A guerra pela audiência deu uma cobertura jamais vista na televisão, rádio, impressos e internet. Nessa disputa pelos pontos IBOPE, as emissoras inventaram de tudo. E criarem dezenas de empregos temporários de cometaristas. Realemnte, não tô preocupado em saber quem ganhou ou quem perdeu.

E no final das contas, quem saiu perdedor dessa história toda que se arrastava por dois anos, foi a Ana Oliveira, que perdeu sua filha pra sempre.

Anúncios

~ por automidia em 03/27/2010.

8 Respostas to “No ar: Mais um campeão de audiência”

  1. hahahah e ele pensando q iria enganar o povo com akele choro dele haha

  2. Fantástico o post! Concordo com tudo que escreveu. Zapear pela Rede TV, Band e outras tantas a tarde era só esse assunto na pauta. E sensacionalismo eles sabem fazer como poucos. Agora que tudo “parece” ter chegado ao fim os produtores dos programas devem estar loucos para mais um acontecimento como esse afim de encher a grade televisiva. Hj o casal Nardoni é considerado culpado e a Ana Oliveira resta agora tentar recomeçar a sua vida.

  3. Eu acho que em partes , é falta de assunto . O povo gosta de uma desgraça . Achei ridiculo , essas centenas de pessoas , a frente do Forum . Ontem em um jornal , tinha uma foto , de uma mulher com um cartaz , nele dizia : ” Promotores mercenarios ! Não deixaram que a mãe de Isabela , ficasse no tribunal . ” Com todas as noticias , ainda tem gente que entende errado .

  4. Pois é,concordo plenamente que existiu e existe muito sensacionalismo nesse caso…realmente ñ precisa disso tudo!!!
    Mas será que é só comigo ou alguém tem dúvida de quem matou a menina Isabela?( O fato do pai e da madrasa serem condenados ñ fez com que o caso se resolvesse realmente )Meu ponto de vista!!!

  5. Valeu Manuel !!!

    Pois é, mídia a gente já sabe né ! É até gastar o assunto mesmo, heheh. Tem coisa mais importante pra fazer mesmo…
    Parabéns pelo blog!!

    Até a próxima!

  6. Eu acho isso uma palhaçada todos os dias tem crianças morrendo nas ruas e só pq falaram que jogaram uma menina de um predio fazem tanto drama, ah vai se fuder, só o que presta no Brasil é futebol.

  7. Eu acho isso uma palhaçada todos os dias tem crianças morrendo nas ruas e só pq falaram que jogaram uma menina de um predio fazem tanto drama, ah vai se fuder, Brasil é um pais de merda.

  8. Naum guento mais ouvir falar nisso…
    foram eles q mataram a minina e ponto..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: