O Jornalismo está mais vivo do que nunca!

A profissão já chamada de charmosa, de interesseira ou até relaxada deu hoje uma prova de que a dispensa do diploma para exercer a função, não destruiu os sonhos daqueles que acreditam que só com a formação acadêmica, será possível construir uma imprensa justa, livre e moderna no Brasil.

Em meados de 2009, todo mundo viu o que decidiu o Superior Tribunal Federal, na pessoa do Ministro Gilmar Mendes, e a onda de protestos que desencadeou Brasil a fora.

No entendimento do Ministro, basta saber redigir para ser um jornalista. E até mesmo sem saber escrever, se alguém consegue o emprego de jornalista, tem que ser tratado como tal.

Falando sem eufemismo algum, é o que na prática a lei diz.

Até hoje eu não tinha escrito nada para me manifestar publicamente, mesmo deixando claro que sou contra o jornalista sem diploma. E quem não é?

Em meio à destruição dos esforços daqueles que passaram, no mínimo, quatro anos para se formar e obter reconhecimento profissional, hoje nem é possível mais registrar-se em conselhos nem Delegacias do Trabalho. É como se a profissão não desistisse.

Quase na clandestinidade. Pra ser dramático!

Ocorre que quando pensávamos que o desestímulo assolaria a juventude que um dia sonhou em fazer parte da imprensa, uma prova de que o jornalismo permanece forte, ocorreu por aqui.

Desbancando cursos tradicionais no Nordeste, como Medicina e Direito, o primeiro lugar geral do vestibular da Universidade Federal foi uma jovem, estudante da rede pública e optante do curso de Jornalismo.

Sinceramente, gostaria de saber as perspectivas dessa jovem. O que ela pensa sobre isso tudo…

De uma coisa tenho certeza: acho que ela nem imagina a injeção de ânimo que deu naqueles que lutam pela exigência do diploma e pela imprensa de qualidade no país.

Continuemos a luta pelos direitos dos brasileiros de se informarem com responsabilidade.

E não pelo nosso direito de formar opiniões, mas de oferecer subsídios pra que cada um forme sua própria consciência.

Anúncios

~ por automidia em 02/05/2010.

5 Respostas to “O Jornalismo está mais vivo do que nunca!”

  1. O Jornalismo está crescendo a cada dia no Brasil, é um ponto positivo! o negócio é batalhar pra conseguir chegar lá, não desista!

  2. Concordo em partes. Mas num geral concordo.

  3. Fiquei sabendo disso por meio de um amiga de faculdade de Letras. Ela ficou “Puta da Vida” quando soube disso. Total descaso, porém acredito que a pessoa tende a ser muito boa com o talento originário, com diploma ou não. Mas, talvez seria injusto deixar para trás milhares de pessoas ferrenhas e destemidas há anos.

    Não merecem tais tratamentos.

  4. Po, hoje o jornalismo tem que ser mais reconhecido, mas também tem muito jornalista que pega uma informação de qualquer coisa e coloca no ar pra criar apenas polemica, o Brasil também precisa de jornalistas mais seérios.
    http://viniciusoliveiraa.blogspot.com/ comenta?

  5. É uma profissão de ouro, claro, com seus altos e baixos, e muitos momentos engraçados 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: