In[versão] de Papeis

No dia em que o Brasil lembra a morte de Zumbi e exalta a Consciência Negra, venho falar de outro tipo de preconceito aqui: O musical.

Pra falar a verdade, não se refere a preconceito propriamente dito. Vou explicar.

Ainda ontem, falando com um amigo sobre música, gosto musical, entre outros assuntos relativos ao tema, eu o tinha criticado quando declarou a abominação pessoal ao gênero do forró.

Ele ainda foi mais além, quando brincando proferiu: “Queime todos os forrozeiros!” Se bem que eu levei por menos.

Hoje, ao abrir minha página de recados, leio três ou quatro linhas que me fazem cegar de susto! Uma amiga escrevera que certa banda de forró, dessas que não possuem repertório próprio, acabava de gravar uma determinada canção de reggae.

Até aí nada de se espantar. É de praxe tais bandas copiarem tudo o que vêem, na tentativa de se manter no sucesso. Mesmo que esse sucesso venha à custa dos outros.

Há quem me fale que ver a música como algo universal. Que não importa a melodia em que ela seja executava. Eu até compreendo essa visão, mas daí a banda nem se quer ter o trabalho de conhecer a letra e cantá-la, no mínimo, tragável, pra mim é inadmissível.

A cultura de massa é algo complexo. Embora não pareça.

Nunca critiquei banda nenhuma, pelo contrário. Quando a onda do PopBrega se instaurou em nosso estado, muitos maldiziam, e eu sempre achei original. Não analisava os arranjos, nem os comparava com Villa Lobos ou Chopin, mas via aquele jeito de falar de traição amorosa engraçada e criativa. Até o ponto em que as coisas desandaram e o brega virou pornográfico. Mas não é bem sobre a onda brega que eu quero falar…

Retomando. Minha amiga falava que essa banda estava tocando agora uma canção que já vinha sofrendo preconceito por parte dos próprios adeptos do reggae music.

Coincidência?

Esse meu amigo anti-forró também gosta muito dessa música.

Coincidência?

Nem eu nem ele esperávamos por essa surpresa, logo após ter feito aqueles comentários.

Eu não acho que seja crime bandas regravarem músicas de outras. Aprecio as versões bem feitas. Mas uma banda pensar que faz sucesso, sem ao menos ter uma composição própria? Pra mim não dá. É falta a identidade.

Pior é quando cantam sem qualquer compromisso com o compositor, com seus fãs e com todo mundo.

Estou vendo isso tudo como um grande tapa na cara dos que questionaram o porquê de uma cantora do Axé Music fazer participação no cd de Reggae.

Cantando justamente a mesma musica. Êta lambança…

Agora temos que engolir o paracutucuntucutá do cantor gordinho em meio às efêmeras lembranças da guitarra solo do ritmo jamaicano.

Continuo sem nada contra o forró, o samba, o afoxé, o eletrônico. Quem canta axé pode cantar pop. Quem toca rock pode tocar lambada… Qual o problema nisso?

Nesses casos o preconceito que mal existe se cala.

O que deveria se fazer ouvir, ao invés de certas versões, deveria ser o bom senso.

 

 

Anúncios

~ por automidia em 11/20/2009.

12 Respostas to “In[versão] de Papeis”

  1. E depois é a gente que é cassado, tratados como reu, mas aplaudo suas palavras, pensamentos que saem da cabeça e vão para o papel!

  2. viva de democracia, liberdade…..
    quem sou eu pra criticar qualquer estilo musical, basta os convervadores que me criticam por eu ouvir reggae, por ter tatuagem, e etc.

    apesar de eu não curtir forró, mesmo sendo nordestino CEARENSE, eh legal o som do NATIRUTS no forró, bem melhor que as musicas de duplo sentindo que escultamos dessas bandas de forró.

  3. Pra quem desce até o chão na boate alvo, nada mal!

  4. SE TEM UM RITIMO MUSICAL QUE EU NÃO CURTO É FORRO RALA BUCHO
    TIPO ESSE AI,MAIS FAZER O QUE,
    NÃO VÃO SER OS PRIMEIROS NEM OS ULTIMOS A ESTRAGAR AS MÚSICAS DO NATIRUTS…

    NEM OUVI,NEM VOU OUVII…

    ================================================

    LIBERDADE PRA DENTRO DA KABEÇA

  5. Eu curto mto forró…não desse tipo mas curto.
    Na minha opinião,não gosto,se depender de mim nao vou ouvir a musica nessa versão,mas q bom saber q está sendo regravada,sinal q realmente é sucesso!

  6. bom acabei de ouvir e vou ser bem sincera,pra musicas que aviões do forro tocam canta sorri sou rei, é como subir e muito o nivel da musicalidade deles,mas vamos falar de natiruts.
    axo que sinceramente é isso que dá gravar com cantores muito populares,ou musicas que não são bem reggae…
    vou explicar melhor,alguem ja viu alguma banda de forro,brega ou pagode cantando liberdade pra dentro da cabeça?ou presente de um beija-flor? se viu posta o link pq eu nunca vi…
    e falando de algo mais antigo outro exemplo é o natiruts reggae power, que vamos e convenhamos pra mim não é reggae,porem não abalou a minha admiração pela banda mais quanto mais o natiruts cantar menos reggae raiz tipow cantar,deixa o menino jogar e ate a mais recente fogueira de desilusão mais perolas como essa vai haver e so pra continuar no clima

  7. ficou maneiro,
    Aviões é foda,
    HAHA’

  8. forró autêntico, verdadeiro e de raiz é bom demais…
    Isso aí é risca-faca, não se pode chamar de forró. Aliás, é uma ofensa ao Mestre Lua comparar essa barulheira toda com seu pé-de-serra…

    Porém, vivemos em uma democracia e todo mundo tem direito a buscar seu espaço…Logo, respeito o trabalho de cada um, independente de gostar ou não.

  9. éssa Não em – sem criatividade alguma
    Tudo que é tipo de musica eles kerem regravar
    Até uma musica ai – evangélika ta no meio
    Agóra mas essa –

  10. Manuel
    parabéns pela crítica no blog!!
    contra o preconceito musical sempre!

  11. Põow, sõo do CEARÁ, raiz do Forró ; – mais pra tudo se ha’a um limite, acho qe todas músicas tem seus estilos músicas e pra mim não rola regravar uma música em um rítmo diferente, acho qe eles tem capacidade pra compor musícas e vender ” seu peixe “. Forró de hoje, acaba com qualquer composição bõoa’ critíco SIIM. Mais respeito, todo mundo trabalha como pode e como querem.

  12. Muito bem…
    Axo problema nenhum da Claudia ter cantado a musica
    visto que ela parece cantar com a alma…
    Não de qualquer jeito cmo eu verifiquei na musica citadaa ai …
    Então isso tira total essencia da musica …
    E se torna desagradável principalmente pra quem gosta é fã e tem conhecimento de fato de quem esvcreveu e etc…
    Enfim odiei a versão não por ser forró mas por ser mal cantada…
    Quer copiar copia direito…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: